Porto Santo

Outra atividade imperdível é ir até ao Porto Santo – mais conhecido como “ilha dourada” devido às suas praias de areal daquela cor, que se distinguem da areia negra e do calhau característicos das praias naturais da Madeira. O navio “Lobo Marinho”, um género de “mini-cruzeiro”, permite fazer a travessia a partir do porto do Funchal. A embarcação tem capacidade para 1.150 passageiros e 145 carros e faz a viagem entre as duas ilhas em duas horas e 20 minutos. A viagem é cómoda, o navio dispõe de bares, restaurante, salão de jogos, cinema, zona de diversão para crianças, gift shop e zona de 1ª classe. Caso seja da sua preferência, também é possível viajar de avião e chegar ao Porto Santo em 15 minutos.

Praia no Porto Santo

A célebre praia “Porto das Salemas”, na ilha do Porto Santo, é dotada de uma beleza natural única, sendo extramente aprazível e apreciada, quer por locais, quer por turistas. A praia do Porto Santo caracteriza-se por um areal dourado de uma extensão de 9km e por águas cristalinas.

Complexos balneares

Existem, igualmente, excelentes complexos balneares, desde logo no Funchal o mais famoso é o do Lido, com acesso direto ao mar por escadas e piscinas naturais de água salgada, renovada diariamente. Nesta cidade, encontra-se uma oferta semelhante nas zonas balneares da Barreirinha, das Poças do Gomes, da Ponta Gorda ou do Clube Naval.

Praias de areia dourada

Também há algumas praias de areia dourada, como por exemplo as da Calheta e de Machico, na costa sul, cuja areia veio da região de Marrocos e que são espaços de lazer muito apreciados.

Piscinas naturais do Porto Moniz

As piscinas do Porto Moniz, na zona norte, são de origem vulcânica, cujas rochas foram formadas por lava, nas quais o mar entra naturalmente, trazendo água cristalina. Uma experiência a não perder.

Praias de areia natural

Embora pouco frequentes, as praias de areia escura, de origem vulcânica, são também naturais da ilha. Algumas têm cenários deslumbrantes como a “Prainha” no Caniçal (junto à Ponta de São Lourenço) ou a Praia do Seixal, cujo tom negro do areal é emoldurado pelas montanhas verdes, num contraste perfeito que permite apreciar uma paisagem belíssima.

Praias de “calhau”

As praias de “calhau” (pedras roladas) são as que melhor caracterizam as praias da ilha. Embora muitas já tenham acessos ao mar, construídos para facilitar a entrada na água, outras ainda se encontram com pouca intervenção humana.

Passeios de barco

Para quem gosta de usufruir do sol e do mar, há a possibilidade de fazer passeios de barco e catamarã, com observação de baleias e golfinhos, uma boa opção para desfrutar em família de um dia diferente e em contacto com a natureza marítima.

Miradouro do Pico Ruivo

O Miradouro do Pico Ruivo encontra-se no ponto mais alto do arquipélago, a 1.862 metros de altitude, e oferece uma ampla visão sobre várias localidades. Situado em Santana, é possível avistar o Curral das Freiras, no concelho de Câmara de Lobos, as diversas achadas de Santana e o profundo vale da Ribeira Grande e de São Jorge. É, ainda, possível observar a Ponta de São Lourenço, o Paul da Serra, o Porto Santo e o grupo das Ilhas Desertas.

Miradouro do Pico do Areeiro

O Miradouro do Pico do Areeiro, situado a 1818 metros de altitude, possibilita uma vista panorâmica sobre o maciço central da ilha da Madeira. Aqui, podemos iniciar um percurso pedestre em direção ao ponto mais alto do arquipélago, o Pico Ruivo.

Jardim Botânico da Madeira – Engenheiro Rui Vieira

O Jardim Botânico da Madeira, localizado no Funchal, ostenta mais de 2.000 plantas exóticas provenientes de todo o mundo. Este magnífico jardim é composto por várias árvores e arbustos ornamentais, uma área com orquídeas, relvados, miradouros e um anfiteatro para atividades lúdicas. Atendendo à perda progressiva de biodiversidade e habitats, a nível mundial, o Jardim Botânico da Madeira tem um papel na conservação de plantas em vias de extinção, que se encontram tão bem adaptadas quanto estariam no seu ambiente de origem.

Mercado dos Lavradores

Um dos mais emblemáticos locais a visitar é o famoso colorido Mercado dos Lavradores, no qual são exibidas as mais belas flores da Madeira e onde estão todas as frutas exóticas para provar.